Tablets e celulares são grandes ameaças à saúde das crianças – veja 10 terríveis consequências!

As crianças têm sido prejudicadas com o acesso à tecnologia, mas os adultos ignoram a informação.

O que encontramos são crianças, com menos de 12 anos, usando celulares, tablets e notebooks. Esse contato sem restrições tem afetado o desenvolvimento, comportamento e aprendizagem dos pequenos. Veja dez motivos para manter as crianças longe da tecnologia:

1. Crescimento do cérebro: Até os 2 anos de idade, o cérebro triplica de tamanho e continua se desenvolvendo até mais ou menos 21 anos. O desenvolvimento vai depender dos estímulos provocados pelo contato que as crianças têm com o meio ambiente. Por outro lado, o uso excessivo de tecnologia pode provocar deficit de atenção, atraso cognitivo, dificuldade de aprendizagem e falta de autocontrole.

2. Atraso no desenvolvimento: A tecnologia que fica nas mãos da criança restringe seus movimentos, o que pode resultar em atraso no desenvolvimento. Pesquisas revelam que 1 a cada 3 crianças estão com atraso no desenvolvimento, causando um impacto negativo na alfabetização e no rendimento escolar.

3. Obesidade: As crianças que mantêm intenso contato com a tecnologia estão mais propensas à obesidade – o risco é de 30% a mais do que as demais. Crianças obesas podem desenvolver diabetes, acidente cardiovascular e ataque cardíaco precocemente, reduzindo a expectativa de vida. O assustador é que podemos estar falando da primeira geração que morrerá antes dos pais.

4. Privação do sono: 75 de cada 100 crianças usam a tecnologia dentro do próprio quarto. Estamos falando de crianças que não são controladas por seus e pais e têm a liberdade de usar a internet quando quiserem. O resultado disso são noites maldormidas, já que muitas ficam até madrugada no entretenimento.

5. Doença mental: O uso exagerado da tecnologia provoca depressão nas crianças, ansiedade, transtorno bipolar, psicose e comportamentos de crianças problemáticas. Uma a cada seis crianças canadenses foi diagnosticada com problemas mentais, segundo pesquisas, e muito possivelmente pelo exagerado uso de aparelhos como smartphones e tablets.

6. Agressão: A exposição à mídia violenta gera crianças mais retraídas e agressivas.

7. Demência digital: Você sabia que mídia de alta velocidade impede a concentração e o desenvolvimento da memória? As crianças podem até decorar alguma coisa, mas dificilmente aprendem de verdade.

8. Vício: Pais ausentem resultam na carência do filhos, que acabam descontando o tempo nos jogos e redes sociais, até ficarem viciados.

9. Radiação: Este é um dos piores problemas. Em maio de 2011, os celulares foram classificados na categoria 2B, que são os “possivelmente cancerígenos”. No entanto, em 2013, o dr. Anthony Miller, da Universidade de Escola de Saúde Pública de Toronto, recomenda que classificassem esses aparelhos como 2A, pois são provavelmente cancerígenos.

10. Problemas na vista: Crianças podem sofrer tensão nos olhos depois de passar horas na frente do computador, é o que chamam de síndrome da visão do computador. Recomenda-se apenas 30 a 60 minutos de uso para crianças que já sofrem da vista.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Site: Cura pela naturezs