Não conseguiu o auxílio emergencial de R$600,00? Saiba como se faz para tentar de novo

A Caixa Econômica Federal informou nesta segunda-feira que os trabalhadores informais que tiveram o pedido de auxílio de R$ 600 negado poderá contestar a negativa, pedindo uma reanálise no aplicativo do banco.

Em um comunicado nesta última segunda(20), a Caixa Econômica informou que os cidadãos trabalhadores que tiveram o seu auxílio emergencial rejeitado, tem direito de fazer uma contestação de segunda análise no próprio app do banco. O aplicativo recebeu essa atualização na segunda-feira. Tralhadores que fazem parte do CADASTRO ÚNICO terão a chance de se cadastrar novamente via app.

Depois de análises feitas pela Dataprev e repassadas à Caixa, o banco comunica que as pendências ainda e análise nos aplicativos de milhares de cidadãos estão sendo atualizados aos poucos, com respostas se o dinheiro será realmente liberado ou não.

De acordo com Paulo Henrique, vice-presidente da Caixa, divergências já foram encontradas em várias inscrições tais como; erro no cadastramento dos membros da família, exemplo a pessoa colocou como se fosse chefe de família, porém não adicionou os membros dela e os dados, temos também muitas divergência com números de CPF e data do nascimento e até mesmo no preenchimento do sexo no cadastro.

Vale sempre lembrar, que o cidadão que tiver um emprego de carteira assinada, recebendo auxílio desemprego, cidadão servidor público, ou também ter usado dados de alguém já falecido, serão recusados e não poderão receber os 600,00 reais.

Em cada família o máximo de pessoas que poderão receber o auxílio é limitado, apenas 2 membros. Estando claro dentro das normas exigidas para receber.

E quem tem direito de receber? -Trabalhador sem carteira Assinada? Pode. – Desempregado? Pode. – Autônomo? Pode. –  Microempreendedor individual? Pode. – contribuinte individual da Previdência? Pode.

E além desses requisitos também se faz necessário que sua família receba no total de até 3 salários mínimos somente.

E quem não pode tentar mais uma vez a análise negada? – Se você inscreveu alguém já falecido no auxílio não poderá pedir contestação. – Se sua família já recebeu – Se você faz parte do Bolsa família – Se na sua família já existem duas pessoas aprovadas no cadastro, você também não pode. – Se a Receita identificou que no ano de 2018 você recebeu acima 28.559,70 você também não poderá tentar novamente.