Ferva alecrim com alho e azeite e turbine a sua saúde

Quando temos um problema doloroso, desejamos resolver essa condição rapidamente, sem ter que tomar medicamentos orais e esperar o efeito. Portanto, para corrigir esses problemas, é recomendado usar um óleo de massagem que é uma excelente opção nesses momentos.

Na matéria de hoje, você vai aprender como fazer um óleo para aliviar dores musculares, nos nervos e articulações. Para esse óleo caseiro, você precisará de três ingredientes que certamente você tem em sua casa – alecrim, alho e azeite de oliva.

Benefícios do alecrim – O alecrim é uma erva medicinal completa, com inúmeras propriedades para a saúde. Ele é rico em vitaminas A, B2, B6, C e em minerais como o cálcio, zinco e fósforo.

Atua como antioxidante – O alecrim é rico em antioxidantes como ácido, ácido rosmarínico, ácido cafeico e ácido carnósico. Esses compostos ajudam a fortalecer o sistema imunológico, prevenindo infecções e melhorando a saúde da pele.

Melhora o sistema nervoso – O alecrim possui um composto chamado ácido carnósico, que tem propriedades neuroprotetoras, ajudando a proteger contra Alzheimer e perda de memória. Além disso, essa planta ajuda a melhorar a concentração, o raciocínio e auxilia na prevenção contra depressão e ansiedade.

Combate a tosse, gripe e asma – Devido às ações estimulantes, o alecrim é indicado para controlar a tosse, gripe e crises de asma. Além disso, a ação expectorante do alecrim ajuda a eliminar tosses acompanhadas de catarro.

Tem efeito anti-inflamatório – O alecrim é composto por dois anti-inflamatórios poderosos, o ácido carnósico e o carnosol. Esses dois compostos inibem a dor e a inflamação no corpo. Além disso, o óleo essencial de alecrim é indicado para o tratamento de artrite, dores musculares e articulares.

Benefícios do alho – O alho é um dos antibióticos naturais mais poderosos, pois seus compostos eliminam e retardam o crescimento de vários microrganismos patogênicos. Ele é fonte de vitaminas A, C, E e algumas do complexo B. Além disso, é rico em minerais como ferro, selênio, enxofre, silício, iodo e cromo.

O alho possui um composto ativo chamado alicina, que confere propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. Além disso, ajuda a proteger as células contra os efeitos do estresse oxidativo e previne a deterioração das funções cognitivas.

Faz bem ao coração – O consumo do alho regularmente, faz os vasos sanguíneos se dilatarem, reduzindo a pressão arterial. Esse alimento também ajuda a reduzir o colesterol ruim (LDL), que é responsável por entupir as artérias e causar doenças cardiovasculares.

Evita gripes e resfriados – A ação antibiótica, antimicrobiana e antisséptica do alho previne e cura gripes e resfriados. Ele também combate febre e problemas respiratórios como bronquite e asma.

Fortalece o sistema imunológico – Devido às suas propriedades antivirais e bactericidas, o alho fortalece o sistema imunológico, elevando as defesas do organismo.

Pele saudável – As propriedades antioxidantes do alho ajudam a reparar os tecidos da pele, mantendo-a com aspecto jovial, além de prevenir o envelhecimento precoce.

Melhora doenças inflamatórias – O alho possui compostos sulfúricos com ação anti-inflamatória, podendo ser usado em algumas doenças inflamatórias para diminuir a dor e regular a resposta do sistema imune.

Benefícios do azeite de oliva – O azeite de oliva é composto de ácidos graxos monoinsaturados e poli-insaturados que ajudam a regular os níveis de colesterol.

Desse modo, ajuda a prevenir o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Seu consumo regular auxilia no aumento do colesterol bom (HDL) e controla os níveis de triglicerídeos.

Ele também fornece vitamina E ao organismo, que é um antioxidante importante para prevenir a deterioração arterial causada por radicais livres. Além disso, possui propriedades digestivas e anti-inflamatórias que auxiliam no alívio da constipação, azia e inchaço abdominal.

Ação analgésica – O azeite age como anti-inflamatório devido a um ingrediente ativo da azeitona chamado oleocanthal. Graças a esse ingrediente, ele inibe a atividade das enzimas envolvidas em inflamações.

Além disso, o azeite de oliva estimula a produção de uma substância chamada lubricina. A lubricina é responsável por aumentar a lubrificação entre as cartilagens. O azeite extravirgem também ajuda a relaxar os músculos e nervos, combatendo a fadiga muscular.

Receita de óleo caseiro – Ingredientes: – 3 dentes de alho – 2 colheres (sopa) de alecrim seco ou 2 ramos de alecrim fresco – 250 ml de azeite de oliva extravirgem. Observação: Se optar por usar o alecrim fresco, lave e seque-o bem antes de colocar na receita.

Modo de preparar: 1- Descasque o alho, amasse-o e coloque em uma panela. 2- Adicione o azeite extravirgem, o alecrim e deixe ferver, sempre mexendo. 3- Quando levantar fervura e o óleo estiver bem quente, desligue o fogo, tampe a panela e deixe em repouso por 12 horas. 4- Após esse tempo, caso queira, coe, porém não há necessidade. 5- Transfira para um vidro esterilizado com tampa. 6- Aplique esse óleo nos locais do corpo onde as dores costumam aparecer.

Esse óleo não pode ser ingerido. Aliás pode sim – desde que você não leve ao fogo. Simplesmente coloque os ingredientes em um vidro e deixe curtir por 15 dias. Depois, é só colocar nos alimentos como tempero ou consumir duas colheres de (sopa) por dia como tratamento.

Este é um blog de notícias que contém tratamentos caseiros. Eles não substituem um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte: Cura pela natureza