Dormir menos de 7 horas por noite tem sérias repercussões em nosso corpo: Aqui estão algumas delas

É tão gostoso chegar em casa depois de um dia cheio de trabalho e dormir um sono profundo, não é? No entanto, mais que relaxar e renovar as energias para o dia seguinte, o sono tem ainda diversas outras funções essenciais para o nosso organismo.

Dormir menos que o recomendado (7 a 8 horas em média) ou acordar diversas vezes durante a noite pode ser muito prejudicial para a saúde. A falta de sono pode:

1. Acelerar o ganho de peso: A falta de sono aumenta os desejos e muitas vezes leva a decisões alimentares ruins. Fazer refeições insalubres (nada saudáveis) e muito calóricas para compensar um déficit de energia no metabolismo seria uma das principais causas de obesidade identificadas por pesquisadores da Universidade do Texas.

2. Diminuir a concentração: Privar o corpo da necessidade recomendada de sono gera um consequente impacto nas faculdades cognitivas, principalmente na memória e na concentração.

Pesquisas revelam que a falta de sono impede que o cérebro veja claramente quando precisa se concentrar, e isso se reflete em nossa capacidade de realizar as tarefas mais simples. Geralmente esse problema é observado entre os jovens que passam noites sem dormir.

3. Diminuir a libido: Responsável pelo desejo sexual, a testosterona é um hormônio que o corpo produz principalmente durante o sono. Assim, horas insuficientes de sono impedem sua produção, levando a uma diminuição da libido. Isso se aplica particularmente a disfunções eréteis que causam grande impacto na satisfação sexual do indivíduo.

4. Causar depressão: De acordo com um relatório publicado pelo Journal of Affective Disorders, os pesquisadores descobriram que os insones são duas vezes mais propensos do que as pessoas com sono regular a desenvolver um estado depressivo.

Estudos confirmam essas observações e chegam até mesmo a considerar o tratamento para insônia como um passo importante no tratamento contra a depressão.

5. Provocar isolamento e solidão: As pessoas que não dormem o suficiente são mais propensas a sentirem-se sozinhas e isoladas das outras. Isso se aplica particularmente aos jovens que se encontram presos em um círculo vicioso. De fato, a falta de sono afeta suas relações sociais e as consequências disso afetam sua capacidade de dormir.

6. Aumentar o risco de doença cardiovascular: Pesquisadores observaram que pessoas que são insones ou não dormem o suficiente durante a noite sofrem de pressão arterial e frequência cardíaca mais altas. Eles concluíram também que a falta de sono levaria a uma alta concentração de proteína C-reativa, que representa um importante marcador de distúrbios cardiovasculares.

7. Levar a irritabilidade: A falta de sono está associada ao aumento da irritabilidade diante de eventos cotidianos. De acordo com os pesquisadores, noites incompletas de sono exacerbariam reações negativas e diminuiriam o impacto de acontecimentos positivos no cérebro.

8. Reduzir a eficácia do sistema imunológico: É descansando que o corpo permite que seu sistema imunológico recupere a força para agir com eficácia. É óbvio que, quando uma pessoa não desfruta de um sono reparador, as defesas do corpo são reduzidas instantaneamente. De acordo com estudos, a redução na resposta do sistema imunológico já seria observada imediatamente após uma noite de sono incompleta.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Cura pela natureza