Livre-se do herpes em 1 dia com este simples truque

Muitas pessoas são vítimas do herpes labial, essas feridinhas dolorosas que surgem na boca e ao redor dela. O que causa esse problema?

O herpes labial é uma doença infecto-contagiosa causada pelo vírus o HSV-1, que fica incubado no corpo e se manifesta quando há uma queda na imunidade da pessoa.

Herpes simples, também denominado apenas herpes, é uma doença viral causada pelo vírus da herpes simples. As infecções são classificadas de acordo com a parte do corpo infectada.

A herpes labial afeta a boca ou a face, podendo causar pequenos grupos de bolhas ou apenas inflamação da garganta.

Além da queda da imunidade, o contato direto com uma pessoa que tenha o vírus ativo pode ocasionar a doença em nós.

Os sintomas mais comuns do herpes labial são: – Coceira nos lábios ou ao redor da boca
– Ardência nos lábios ou perto da área da boca, – Formigamento nos lábios ou em torno da área da boca

Fatores desencadeantes (observe: todos ligados à imunidade): – Excesso de antibióticos
– Gripe, – Nervosismo, – Estresse, – Tensão Pré-Menstrual (TPM), – Exposição , rolongada a raios solares na região dos lábios, – Ferimentos, – Ansiedade e preocupação
– Febre, – Mudanças climáticas bruscas (muito frio ou muito calor)

Como tratar o herpes labial? Existem várias formas. Um truque muito fácil e eficaz é este:

INGREDIENTES: 1 dente de alho, Água morna

MODO DE PREPARO: Pique um dente de alho finamente e coloque sobre a bolha. Deixe descansar por dez minutos. Depois, retire e lave com água morna.
Repita cinco vezes e dentro de 12 horas o herpes vai desaparecer como que por magia.
Se as feridas forem muito grandes, você deve repetir o mesmo processo no dia seguinte.
Temos outro tratamento muito bom. Veja:

INGREDIENTES: Um pouco de água pura e filtrada, Um pouco de bicarbonato de sódio (é melhor o que se vende em farmácias)

MODO DE PREPARO: Faça uma pasta com água e bicarbonato e passe nas feridinhas.
E é só isso. A cicatrização é muito rápida. Faça e comprove.

Não esquecendo que: A infecção por herpes simples 1 normalmente é oral, mas pode ocorrer da pessoa ter o vírus e apenas eclodir dias, meses ou até anos depois e produz gengivoestomatite (inflamação das gengivas) e outros sintomas.

Tais como febre, fadiga e dores de cabeça. O vírus invade os terminais dos neurónios dos nervos sensitivos, infectando latentemente os seus corpos celulares no gânglio nervoso trigeminal (junto ao cérebro).

Quando o sistema imunitário elimina o vírus das mucosas, não consegue detectar o vírus quiscente dos neurônios, que volta a ativar-se em períodos de debilidade, como:

Stress, trauma, imunossupressão ou outras infecções, migrando pelo caminho inverso para a mucosa, e dando origem a novo episódio de herpes oral com exantemas e vesículas dolorosas.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.