O Poder da cura da cebola no vinagre

Há fortes indícios de que a cebola no vinagre apresenta diversas recomendações médicas e que ameniza cerca de quinze afecções. Dentre elas há a redução da pressão arterial e da glicemia, o que auxilia no tratamento de hipertensos e diabéticos, redução de colesterol e outras frações lipídicas, o que auxilia na perda de gordura e no emagrecimento, além da possível redução da aterosclerose, que é o acúmulo de placas de colesterol nas artérias.

Além dessas doenças cardiovasculares e de problemas com a chamada dislipidemia, a cebola no vinagre reduz zumbidos nos ouvidos ou na chamada orelha interna, auxilia no tratamento de osteoporose, asma, hepatite C e também nas infeções degenerativas de articulações, principalmente com relação aos joelhos, que é uma das articulações que mais sofrem com os impactos do dia-a-dia.

De acordo com o médico Hiroshi Shuto, de Koshigaya, na Saitama, Japão, o allium e o sulfureto de alilo presentes nos vegetais, auxiliam o sistema imunológico a combater antígenos e, além disso, reduzem a rigidez dos vasos sanguíneos causadas pelo envelhecimento e também por outros fatores de risco, como obesidade, por exemplo, o que auxilia na redução da pressão arterial, devido à diminuição da resistência vascular.

No caso específico das cebolas, há a presença da quercetina, que é um flavonoide antioxidante e que também auxilia na redução da pressão arterial, além de reduzir as chances de ocorrência de acidente vascular encefálico (AVE) e de doença arterial coronariana.

Outros benefícios da cebola incluem a ação anti-inflamatória, que auxilia no tratamento de câncer e na de doenças autoimunes, bem como para os diabéticos. As melhorias cardiovasculares beneficiam sobretudo a função gastrointestinal, o que acarreta na melhora do funcionamento do intestino o que, por sua vez, traz inúmeras melhorias na qualidade de vida e na saúde do indivíduo.

O Dr. Hiroshi aconselha a se alimentar de cebola no vinagre durante as refeições, como em um acompanhamento de salada, por exemplo. Além disso, é válido ressaltar que o caldo é igualmente importante de ser consumido, pois ele contém minerais e princípios ativos que auxiliam nos sistemas citados anteriormente.

Para a produção da cebola no vinagre são necessários uma cebola, sal, vinagre e mel, lembrando que é preferível utilizar um sal de boa qualidade, além do fato de esse produto dever ser armazenado em um pote de vidro com tampa.

Primeiramente a cebola deve ser descascada e picada em fatias extremamente finas e deve ficar um período em repouso que varia de 20 minutos a cerca de duas horas. Em seguida essa cebola pode ser colocada no vidro citado anteriormente e acrescentado o sal, que pode ser tanto o marinho quanto o sal rosa do Himalaia.

Posteriormente deve ser acrescentado o mel puro e a quantidade pode ser uma ou duas colheres de sopa. O vinagre pode ser de qualquer tipo, como o de maçã, o de arroz, o preto, dentre outros, e então é acrescentado de modo que a cebola fique totalmente submersa no líquido formado. A cebola no vinagre só estará pronta para ser consumida após 5 dias de descanso, que devem ser esperados com o produto guardado na geladeira. Seu prazo de validade varia de uma semana a cerca de dez dias quando armazenados na geladeira.

A cebola no vinagre pode ser consumida de formas variadas, como com azeite de oliva e não só para acompanhar legumes e saldas, mas também para acompanhar proteínas, como carnes assadas de frango, porco, peixes e de origem bovina também.

O poder anti-inflamatório da cebola no vinagre é mais otimizado quando a cebola é consumida diariamente e a quantidade diária vai variar de acordo com o propósito do consumo, como por exemplo, em caso de tratamento de câncer, recomenda-se meia cebola ao dia, para outras doenças cerca de um quarto de cebola já é considerado o suficiente para auxiliar no tratamento.
É válido ressaltar que o consumo da cebola no vinagre não exclui a necessidade de realizar o tratamento convencional das doenças citadas, sendo, portanto, de suma importância o acompanhamento médico e especialista, quando necessário, de maneira integral.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.