Descubra se o seu corpo está em dia com a quantidade de magnésio e vitamina K

Existem dois componentes extremamente importantes para o corpo humano: o magnésio e vitamina K. Quando se sente com frequência sintomas como dor de cabeça, indisposição, fadiga e insônia não significa que seja apenas devido estresse ou esgotamento mental. Também pode ser falta dessas duas essenciais vitaminas para manter o corpo ativo.

O magnésio está associado à 300 reações químicas diferentes no organismo. Ele é o responsável por converter alimentos em energia e produzir proteínas à partir de aminoácidos. Por isso, é tão recomendado no lívio da ansiedade e estresse. Além disso, o magnésio previne a dor de cabeça e auxilia no tratamento de enxaqueca.

Na ausência desse mineral, o organismo reduz a produção dos níveis de serotonina, fazendo com que os vasos sanguíneos se interfiram no funcionamento do neurotransmissor, o que pode acarretar depressão e insônia.

O ideal na quantidade de magnésio de acordo com a idade e o sexo são os seguintes tópicos:

Homens entre dez e trinta anos: 400 mg de magnésio. Homens acima de trinta anos: 420 mg de magnésio. Mulheres entre dez e trinta anos: 310 mg de magnésio. Mulheres acima de trinta anos: 320 mg de magnésio. O magnésio está presente nos seguintes alimentos: acelga, nozes, arroz integral e abacate.

Agora falando das funções vitamina K no organismo: são responsáveis por sintetizar proteínas que coagulam o sangue e estancam o sangramento. Por isso, a falta deste componente pode acarretar excessivas e graves hemorragias.

Além disso, a vitamina K protege o corpo da calcificação das artérias e válvulas e diminui o risco de Alzheimer e também de câncer de próstata, o que se torna um composto extremamente importante ao público da terceira idade, pois esta vitamina potencializa o efeito da vitamina D, ou seja, protege e fortalece os ossos, reduzindo os riscos de fraturas.

A vitamina K é encontrada em ervas e folhas verdes como: manjericão, cebolinha, tomilho, couve-de-Bruxelas, brócolis, repolho e couve-flor. salsa, coentro, sálvia, couve, mostarda, alface e agrião. Também está presente em vegetais como a beterraba e nabo e outros alimentos como: aspargos, quiabo, azeite de oliva, erva-doce, frutos secos, curry, pimenta-caiena, pimenta-do-reino e páprica.

No entanto, antes de consumir suplementos de magnésio e vitamina K, é ideal a orientação de um profissional da saúde. Vale lembrar que o seu uso excessivo pode trazer danos ao organismo.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.