Ataque de taquicardia – Técnica rápida que ajuda a aliviar os sintomas!

Segundo conceitos médicos, ataque de taquicardia começa quando os nossos batimentos passam de cem batidas por minuto. O coração começa a bater mais acelerado fazendo com que a pessoa se sinta cansada e com falta de ar.

Com essa frequência de ritmos, o coração não consegue fazer o seu trabalho de bombardear o sangue que é rico em oxigênio para o restante do corpo de maneira eficiente.

A taquicardia pode acontecer de diversas maneiras, como: problemas relacionados ao coração, doença arterial, doença valvular cardíaca, insuficiência cardíaca, doença do músculo do coração, tumores ou tireoide, certas doenças pulmonares, abuso de álcool ou drogas, estresse emocional ou até mesmo grande quantidade de cafeína.

No entanto, se você sentir que seu batimento cardíaco está acelerando sem motivo algum aparente, a melhor coisa a fazer é consultar imediatamente um médico para que ele possa fazer uma avaliação.

A saúde é algo que não devemos brincar. Então, se por acaso, sentir um aumento em seu batimento cardíaco e no momento não poder consultar um médico, existem dois métodos comprovados e eficientes para diminuir ligeiramente a frequência cardíaca.

Vamos para a explicação: 1 Mergulhe totalmente sua cabeça em água fria: Este método é considerado muito eficiente. Quando uma pessoa coloca sua cabeça na água, automaticamente o cérebro envia um sinal para o coração. Pegue uma bacia grande e encha com água fria. Sente em uma cadeira, prenda a respiração e mergulho a cabeça na água.

Esse método é chamado de ‘Diving Diver’, a temperatura do corpo começa baixar, fazendo os mesmos se associarem ao ritmo cardíaco. Dessa forma, o cérebro diminui o metabolismo e a frequência cardíaca, para economizar energia.

2 Técnica da respiração: Para que você consiga controlar a ansiedade e, portanto, taquicardia, você precisa fazer exercícios respiratórios. Com isso, diminuirá a frequência cardíaca.

Para fazer isso, você só precisa inspirar pelo nariz, até que seus pulmões se encham e soltar o ar lentamente pela boca. Repita esse processo, quantas vezes forem necessárias.

Nota: todas as informações apresentadas neste site são apenas para fins informativos e não substitui de maneira alguma o diagnostico de um profissional.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico/Cardiologista