Abandonado por ser ‘feio demais’, ele cresceu, se tornou milionário e hoje namora uma linda mulher

A história de Jono Lancaster é um exemplo de superação. Ele nasceu com a síndrome de Treacher Collins, doença que provoca a desfiguração do rosto. A síndrome atinge cerca de um em cada dez mil bebês na Grã-Bretanha. Jono foi enviado para a adoção com apenas 36 horas de vida, pois seus pais não sabiam lidar com sua aparência e com todos os problemas de saúde provenientes da síndrome.

À época, Jono Lancaster foi adotado por uma família rica da Inglaterra, que não se importou com sua aparência física e lhe deu uma excelente infância. Inspirada na linda história de superação de Lancaster, a BBC decidiu produzir um documentário chamado “Love Me, Love My Face” (“Ame-me, ame minha face”). No projeto, Jono conta um pouco sobre sua história de vida.

A síndrome de Treacher Collins provoca ausência de ossos malares, consequentemente os olhos ficam caídos. Jono também tem problemas de audição e utiliza um aparelho implantado em seu osso. Jono precisou passar por inúmeras cirurgias reparadoras ao longo de sua vida. Já adulto, ele se encontra feliz e realizado ao lado de sua namorada, mas narrou momentos difíceis em sua infância, como a depressão.

Lancaster contou à BBC que em sua época de escola, fazia tudo para ter amigos. “Eu não tinha confiança, comprava muitos doces e entregava para outras crianças, para que elas gostassem de mim. Acabei fazendo muitas coisas estúpidas, para que as pessoas falassem a meu respeito por uma razão que não fosse a minha aparência”, contou Jono.

Atualmente, Jono é um homem bem sucedido e namora uma linda mulher chamada Laura Richardson. O britânico revelou que teria sido a primeira vez que pôde se sentir ele mesmo ao lado de uma pessoa. Jono Lancaster teria tentado se reaproximar dos pais biológicos anos mais tarde, mas o casal teria se recusado a manter contato.