A Caixa informou que começará a liberar a segunda parcela do auxílio, e tem gente que não recebeu nem a primeira

A Caixa já informou que vai antecipar o pagamento da segunda parcela do auxílio, mas muitos trabalhadores falaram que não receberam nem a primeira.

Milhares de pessoas já conseguiram receber o auxílio emergencial do governo brasileiro. Porém, muitas pessoas que tem direito ao benefício relatam que até o momento dinheiro nenhum caiu em suas contas da caixa.

Diante dessa triste realidade em que estamos vivendo, não esta nada fácil para milhares de pessoas é o caso da Cláudia de Moura, que trabalha com Eventos, contou que precisou fechar seu pequeno comercio por causa da quarentena. Ela cria a filha sozinha e aguarda resposta do governo para ganhar o auxílio emergencial de R$ 1.200, no qual ela preencher todos os requisitos para ter direto desse valor.

Ela contou que fez e faz diversas ligações e dizem que ela não tem nenhum cadastro. à recomendaram ir ao site, e fazer um cadastro para ter o auxílio, até aí parece tudo normal. Mas Cláudia, não esperava um detalhe, no site quando ela tentava fazer o tal cadastro, diz que ela já é uma das cadastradas, e que a mandam a aguardar uma análise”, conta a bartender.

A Caixa informou que começará a liberar a segunda parcela do auxílio. Mas Além da Cláudia, tem centenas de pessoas que afirmam não ter recebido nem a primeira.

Teve alguns relatos de pessoas que afirmam que o aplicativo para realizar o cadastro está cheio de falhas, e teve outras que chegaram a passar horas tentando acessar o aplicativo sem sucesso, para realizar o cadastro ou verificar está tudo certo, mas ocorria erros pedindo para as pessoas consultarem em 24 horas.

Alguns desses trabalhadores chegaram até fazer ligações para todos números, disponibilizado pela Caixa como o 111, e sempre o retorno era o mesmo número indisponível no momento. Realmente os problemas relacionados ao auxílio tem se tornado um caos, que tem feito muita gente ir até as agenciais para sabe o motivo de não terem recebido ainda o dinheiro que são delas por direito, por estarem no grupo apto a receber o benefício de 600 reais.

O banco informou que o sistema está sobrecarregado pelos acessos daquelas pessoas que não tem direito ao auxílio emergencial, mas que entram no aplicativo mesmo, da mesma forma; que a verificação dos beneficiários do (Bolsa) Família e do Cadastro Único é automática, e aquelas pessoas que tiveram o dinheiro negado, tem todo o direito de reclamar. No próprio aplicativo tem a opção.