33 coisas que você vai se arrepender quando estiver velho

Uma das poucas certezas que temos é que o tempo não volta atrás. Por isso, o que fazemos deve ser bem planejado para não haver grandes arrependimentos.

Por falar nisso, fizemos uma seleção muito especial e que pode despertar você para a vida: 33 coisas das quais você pode se arrepender quando estiver mais velho(a). Confira:

1. Não ter viajado quando você teve uma chance: Você nunca sabe o que o futuro reserva. Viajar pode se tornar mais difícil quando você tem responsabilidades familiares ou profissionais, acredite! Quanto mais viagens marcantes, melhor!

2. Não ter aprendido outro idioma: Quando você fala outra língua, não está apenas aprendendo novas palavras, mas uma nova maneira de sentir, pensar, viver e respirar. Ou seja, sua mente abre espaço para uma nova cultura. É uma sensação maravilhosa!

3. Ter ficado em um relacionamento ruim: Se o relacionamento não é saudável, caia fora, caso não possa melhorar. Amor verdadeiro é uma dádiva!

4. Ter perdido um bom show: Sabe aquela banda que você adora? Se puder ir ao show, vá! Nunca sabemos se teremos outra chance.

5. Estar com medo de fazer as coisas: A coragem não é ausência do medo. Se você tem medo, mesmo assim é possível ir em frente. Analise bem para não se arrepender depois.

6. Não ter se esforçado mais na escola: A escola é muito importante. E limitar o período escolar às notas é bobagem. Se os alunos bem soubessem, investiriam em leitura e momentos marcantes no colégio. Assim, podem desenvolver habilidades para a vida toda.

7. Ter vivido em função dos estudos: Estudar é muito importante. Mas tudo na vida precisa de equilíbrio. Estudar em excesso e, por isso, perder viagens, brincadeiras e momentos de relaxamento é tolice.

8. Ter permanecido em um trabalho sem prazer: Claro, seu trabalho paga as contas. Mas, se você estiver sendo explorado ou sofrendo, melhor pedir as contas e trocar de emprego o mais rápido possível. A pior coisa é passar a vida odiando o trabalho.

9. Não ter feito exercícios físicos regularmente: Não estamos falando de alcançar um corpo perfeito, mas sair do sedentarismo.

11. Ter tido medo de dizer “eu te amo”: Se realmente amar uma pessoa, não hesite, declare! Isso faz bem aos outros e a nós mesmos.

12. Ter desperdiçado dinheiro: Não desperdice seu dinheiro em coisas inúteis. Seja responsável. Abra uma poupança e economize. Isso um dia será muito útil.

12. Não ter gastado dinheiro com o que valia a pena: O dinheiro pode comprar experiências que durarão uma vida inteira. Isso sem falar de alimentos saudáveis, uma temporada de academia e tudo o mais que é necessário para nossa saúde e bem-estar. Portanto, se tem condições, invista no que realmente importa!

13. Ter se preocupado muito com a opinião dos outros: O que os outros pensam não é problema seu, a menos que faça sentido e eles tenham razão. Neste caso, você pode fazer um exame de consciência e voltar atrás, se for necessário. Mas não viva em função das outras pessoas. Caso contrário, certamente se arrependerá.

14. Ter ficado obcecado em perder peso: Se alimentar bem é importante, evitar alimentos industrializados também. Mas permita-se desfrutar do sabor doce de vez em quando. Brigadeiro, por exemplo, é uma delícia!

15. Ter dito não aos legumes: Eu sei que vegetais eram assustadores quando você era criança, mas tenha certeza que eles podem deixar seu prato mais bonito e saboroso. Se você continua sem comer verduras e legumes, reveja isso.

16. Ter guardado rancor: Rancores só machucam você. Perdoe e vira a página.

17. Não ter sido mais prestativo: Ajudar as pessoas torna o mundo melhor e faz um bem enorme ao coração.

18. Gastar sua juventude sem propósito: O mundo não é exclusividade nossa. E passar a vida na vaidade e no egoísmo é uma grande perda de tempo.

19. Aprenda a superar suas dificuldades: É bom ter amigos, mas é muito importante saber se levantar e superar suas problemas. Afinal de contas, nem sempre podemos contar com os outros.

20. Ter negligenciado seus dentes: Cuide bem dos seus dentes. Não só por uma questão de estética. Eles serão necessários por toda a vida, especialmente na velhice.

21. Ter trabalhado demais: É muito importante que você ame seu trabalho, mas não deixe de ter tempo para seus amigos e parentes. Saia com seus filhos, viaje com seu cônjuge e faça outras atividades prazerosas. A vida é curta.

22. Não ter terminado o que você começou: Não desista no primeiro obstáculo. Realize seus sonhos. Faça agora; não deixe para depois.

23. Não ter se arriscado um pouco: A vida também exige riscos. Ouse mais, dê um salto de fé.

24. Ter se preocupado muito: Preocupações e ansiedade nos mantêm fora do foco, que é o presente.

25. Ter vivido os sonhos de outra pessoa: É comum os pais quererem se realizar na vida dos filhos. Mas isso geralmente é muito frustrante.

Não viva em função dos sonhos de seus pais, cônjuge ou de qualquer que seja a pessoa.

26. Ter tido medo de mudança: Mudar pode ser difícil e assustador, mas faz parte da vida e pode ser uma experiência incrível. Tenha fé e descubra os pontos fortes da mudança.

27. Não ter investido tempo suficiente com os amigos e entes queridos: A verdade é que todos nós morremos. Passe tempo com seus amigos e entes queridos agora, enquanto você tem a chance.

28. Ter passado muito tempo na frente de telas eletrônicas: As maratonas da Netflix são divertidas, os jogos de computador, os vídeos e as postagens nas redes sociais também, mas viver em função deles é um crime contra a própria vida. Aproveite os amigos e a vida lá fora.

29. Ter sido muito dramático: Use sua energia mental para coisas boas, produtivas, e não para fofocas e dramas – isso não edifica.

30. Ter sido muito sensível: A maturidade nos convida a ser mais fortes e decididos. Procure não se ofender com tudo.

31. Ter sido muito possessivo: Algumas relações podem ser para sempre, mas não todas. Não seja o tipo de pessoa que prende e força amizade..

32. Não ter lido o suficiente: Leitura nos inspira, aumenta nosso conhecimento e nos diverte. Por que não começar um bom livro agora mesmo?

33. Não ter sido grato o suficiente: É fácil reclamar da vida e sempre achar que os outros vivem melhor do que a gente, mas não é correto. Recebemos diariamente muitas bênçãos, basta saber compreendê-las.

Fonte: Cura Pela Natureza